QUE O MEDO NÃO NOS SEPARE


O medo é substantivo masculino, segundo o dicionario "Aurélio", também "é um estado afetivo suscitado pela consciência do perigo ou que, ao contrário, suscita essa consciência ao se sentir ameaçado". Outros termos derivam também como sinônimos: "temor, ansiedade irracional ou fundamentada; receio".


Segundo Busarello em seu dicionário de latino. A palavra medo vem do latim "metum", "metus" vem com pouca variação, derivado dessa palavra é “meticuloso”, de "meticulus", diminutivo de "metum".


A pessoa muitas vezes é “meticulosa” porque tem “medinho” de ser apanhada em falta. O medo é uma das emoções primárias que resultam da aversão natural à ameaça, presente tanto nos animais como nos seres humanos.Que nada mais é uma perturbação angustiosa perante um risco ou uma ameaça real ou imaginária.


O conceito também se refere ao receio ou à apreensão que alguém tem de que venha a acontecer algo contrário àquilo que pretende.


O medo é uma emoção que se caracteriza por um intenso sentimento habitualmente desagradável, provocado pela percepção de um perigo, seja ele presente ou futuro, real ou suposto. Porém, o medo é a arma dos covardes, o medo separa os que nunca passaram fome dos que viveram na pobreza e miséria.


O medo é o argumento dos que nunca moraram na periferia, o medo afasta os irmãos. O medo instala a censura, o medo criou os assassinos de Vladimir Herzog, o medo dos tolos assassinou a esperança dos que sofrem, o medo sufocou o amor dos amantes, o medo proibiu a criança de pensar, o medo calou a voz do Professor, o medo trouxe o desespero, o medo da elite deu poder ao Temer, (Temer é sinônimo de medo) o medo de muitos o mantém em seu trono de indiferença vaidade e covardia.


O medo criou Hitler que matou nossa gente, mas nunca matou nossa esperança. E não será hoje que o medo e sua ignorância que vai assassinar nossa democracia e minha fé. Meu coração está aflito, o clima está tenso, minhas mãos estão suadas, a decepção assola minha alma, ao ler palavras de ódio, preconceito e medo de pessoas que amo. Mas, o meu amor é minha esperança, é o que alimenta minha alma e meus sonhos.

Mídia Alternativa independente sem fins lucrativos e sem recursos financeiros - Terras Altas dos  Apukás - Apucarana - Paraná - Brasil

RSS Feed
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

© 2016 / 2020 - Todos os direitos reservados  -  "OS ARGONAUTAS"