Empresário que quer reforma trabalhista hoje não terá consumidor amanhã!