RESUMO PARA A PROVA DE HISTÓRIA MUNDO ISLÂMICO

August 19, 2017

 

TEXTO DE REVISÃO PARA A PROVA DE HISTÓRIA -  PROF. DANIEL MOTA 2° TRIMESTRE 2017.

 

O MUNDO ISLÂMICO

 

É denominado de mundo islâmico, ou mundo muçulmano, o conjunto de países que tem como principal religião o islamismo. 

Atualmente, sabe-se que 1,6 bilhões de pessoas, ou seja, um quinto da população mundial, é seguidora dos princípios islâmicos.

Grande parte do mundo islâmico localiza-se no Oriente Médio e na África; mas mesmo em países da Europa, do Oriente e, até mesmo das Américas, encontram-se seguidores dessa religião e cultura.

 

ORIGENS DO ISLAMISMO

  • O Islamismo surgiu na Península Arábica, no séc. VII, sendo o seu criador Mohamed, Maomé.

  • A Península Arábica possui 5/6 da sua área total desértica, com clima seco e quente, ponteada por pequenos oásis.

  • Os árabes são de origem semita.

  • Semita: Pessoas pertencentes ao grupo étnico e linguístico ao qual se atribui “Sem” Sem, filho do patriarca Noé, como ancestral, e que compreende os hebreus, os assírios, os aramaicos, os fenícios e os árabes, ou membro desse grupo.

  • Primitivamente, viviam em tribos patriarcais, sem uma unidade política; ao todo eram 300 tribos divididas entre beduínos, nômades e citadinos urbanos e sedentários.

TRIBOS BEDUÍNAS: 

  • Nômades ou  seminômades, habitavam em tendas, vagando pelo deserto à procura de oásis onde pudessem alimentar e fornecer água para seus animais.

  • Além do pastoreio, também realizavam ataques e saques a outras tribos e caravanas

TRIBOS URBANAS: 

  • Eram sedentárias e viviam do comércio e da agricultura.

  • As duas principais cidades árabes eram Meca e Iatrebe, ou Medina, localizadas na faixa costeira do Mar Vermelho e sul da Península Arábica.

  • Períodos da história islâmica

  • A história árabe pode ser dividida em dois períodos:

  • Pré-islâmico: período anterior ao islamismo

  • Islâmico: período posterior ao islamismo.

PRÉ-ISLÂMICO

  • Antes do Islã, os povos árabes eram politeístas, adoravam vários deuses e deusas, e acreditavam em espíritos e em gênios, os djins.

  • Cada elemento da natureza, clã, tribo, elementos naturais como o sol e a luz estavam sob a proteção de uma divindade específica.

  • Nesse período, proliferavam tribos de beduínos politeístas e os grupos urbanos localizados nas cidades de Meca e Iatreb, também politeístas.

  •  Na cidade de Meca, estava localizada a Caaba, templo em formato de cubo, onde estavam imagens de 365 deuses cultuados pelos povos árabes.

  • Na Caaba, estava a pedra negra, símbolo máximo da fé islâmica, que, segundo a tradição, foi trazida à terra pelo arcanjo Gabriel.

PERÍODO ISLÂMICO

  • Um dos membros da tribo dos coraixitas, Maomé, entra em contato com judeus e cristãos.

  • Maomé começa a pregar a crença monoteísta, o que fez com que ele fosse expulso de Meca; é a Hégira, ou fuga.

  • Ele passa a morar em Iatreb, em 622, onde é bem recebido e seus ensinamentos são aceitos.

  • Em 630, Maomé lidera um exército e conquista Meca, convertendo a Caaba em centro religioso de adoração a Alá.

A FÉ ISLÂMICA

 

A palavra “islã” quer dizer ‘’submissão a Alá’’, e o muçulmano é o seu fiel. Essa doutrina religiosa tem alguns pontos essenciais:

  • O livro sagrado é o Corão, ou “Al Corão”,

  • O profeta do islamismo é Maomé, ou Mohamed;

  • Só existe um deus, Alá, e o seu profeta é Maomé;

  • O fiel deve fazer cinco orações diárias;

  • O fiel deve ser misericordioso e generoso com os pobres, com os órfãos e as viúvas; e deve dar esmolas aos necessitados;

  • O fiel deve jejuar durante o mês do Ramadã;

  • O fiel deve peregrinar, pelo menos uma vez na vida, para Meca.

CORÃO

  • Al Corão, “a leitura” ou “a palavra”.

  •  É o livro sagrado dos muçulmanos junto com a Suna.

  •  No Corão estão os principais ensinamentos e revelações feitas a Maomé por Alá;

  •  Os ensinamentos do Corão são de ordem religiosa e, também, social, formando a xaria, a lei.

  •  Muitos elementos do Antigo e Novo Testamento fazem parte do Corão.

A DIVISÃO DO ISLAMISMO

 

Após a morte de  Maomé, em 632, a religião sofreu divisões. As mais destacadas são:

 

Sunitas: para eles, o sucessor de Maomé deveria ser o califa, exemplo em virtudes morais, com honra, respeito, trabalho, mas que deveria ser muito humilde ao reconhecer suas falhas em ações.

  • Devem ser fiéis ao Corão e também ao Suna.

  • Os sunitas representam a facção “liberal” do islã.

 Xiitas: para eles, o chefe do estado islâmico deveria ser descendente legítimo de Maomé, o imã.

 

O imã (ou imame) é inspirado diretamente por Alá, sua palavra é inquestionável.

Aceitam apenas o Corão.

São encontrados principalmente no Irã e Iêmen.

  • Além dos sunitas e xiitas, há outros grupos religiosos islâmicos.

  • O terceiro grupo mais numeroso é o dos kharijitas, ou ibaditas.

Kharijitas: esse grupo prega que qualquer homem, independente de suas origens familiares, pode ser um líder dentro da comunidade islâmica.

  • O que os ibaditas pregam é completamente contrário ao que os sunitas e xiitas consideram como padrão.

  • A maioria dos ibaditas vivem em Omã.

EXPANSÃO DO ISLAMISMO

  • O estado muçulmano era teocrático, ou seja, um estado religioso.

  • Graças às jihads (guerras religiosas), o islamismo se expandiu por várias regiões do planeta.

  • Os califas sucederam Maomé, passando a ocupar seu posto no controle religioso, político e militar do mundo árabe.

 

Referências Bibliográficas

 

AZEVEDO, Gislane; SERIACOPI, Reinaldo. História: projeto teláris. São Paulo: Ática, 2016. 7º Ano. Idade Média e Idade Moderna.

BOULOS JÚNIOR, Alfredo. Sociedade e cidadania. São Paulo: FTD, 2015. Coleção História. (6º, 8º, 9º ano)

BRAICK, Patrícia Ramos.  MOTA, Myriam Becho.  História: das cavernas ao terceiro milênio. 1,2 e 3 série, Ensino Médio, Ed. Moderna. São Paulo: Moderna, 2013.

 

 

Material desenvolvido para auxiliar as aulas de História do Prof. Daniel Mota

 

Clique aqui para baixar o resumo para impressão

 

Please reload