Equilíbrio Sonoro - 29 de Abril

May 7, 2018

 O estudante de serviço social da UNESPAR campus Apucarana-PR, Jonatas Agamenon, fez uma música que retrata a indignação e a tristeza dos alunos do Paraná para com a violência do então governador do Estado na época o Beto Richa (PSDB) para com os Professores, a música retrata o massacre que aconteceu há 3 anos atrás no centro cívico de Curitiba, um episódio que iria marcar pra sempre a historia do Paraná. Como forma de protesto e indignação fez a música  " 29 de Abril (O massacre) para que jamais esquecemos do ataque a educação a mando do governo do estado. Um triste desfecho de uma tragédia anunciada. Deixo este registro como uma forma de resistência! 29 de abril jamais se apagará!

 

29 de Abril 

 

 

Letra/composição: Jonatas Agamenon (2016)
Refrão voz : Bárbara Carvalho
Edição clipe : João Vitor [KAFER]
Filmagens: Pedro Desidério

 

Grupo : Equilíbrio Sonoro

Música : 29 de Abril

Letra : Jonatas Agamenon

 

Refrão:

29 de abril em plena guerra civil

Luto pela educação do nosso Brasil

Não abaixe a guarda seguimos na fé

Unidos todos ficaram de pé!

1º parte:

Tem que ser muito forte pra vencer a guerra

Geração que não se move não muda a regra

Baseado em novela, buscam domínio nacional

Em desvio de verba que ataca futuro real

Base educacional sobrevive correndo risco

Querem extinção total por um estado mínimo

Causou delírio pelas ruas de Curitiba

Um forte extermínio explosão a cada esquina

A vida ensina sem luta não á vitória

Mas sem sabedoria é difícil alcançar a glória

Pois essa é a hora, momento perfeito

A crise apavora o pensamento leigo

Brasil em movimento então se prepare

Toda causa tem efeito vem atingir a base

Antes que seja tarde, reflita nessa canção

Convoco à comunidade a classe toda união

(Refrão) 2x

 

2º parte:

 

Sigo na fé, mesmo que for contra a maré

Insisto persisto, unidos de pé

Nunca imaginaria que fosse ver um dia

Exército, polícia, bomba e correria

Ficou na mira dos tira da nova era

Em uma richa, protesto que virou guerra

Vendo direitos apagados sucateados

Mestres graduados bombardeados

Isso remete ao passado abril 64’ (1964)

Golpe no estado Brasil calado

Isso é progresso ou regresso me diz você

Quem sabe faz a hora não espera acontecer

Esse é outro tempo, esse nosso momento

Vamos pra rua estamos na luta por nosso direito

Bato no peito, e sigo adiante

Brasileiros unidos tem a força de uma avalanche!

 

Refrão 2x

 

Please reload