Não me venha com esse papinho de Consciência Humana no dia da Consciência Negra!

November 19, 2019

 

  

O dia é da Consciência Negra, é um dia de reflexão da história dos homens livres que foram escravizados, é um dia para lembrar dos heróis e heroínas brasileiras que lutaram, que guardaram nossa cultura, que denunciaram a violência, os estupros, a miséria e a escravidão no qual foram submetidos.

 

É um dia para lembrar dos heróis que ousaram lutar, de pessoas que preferiram lutar até a morte do que viver na escravidão.

 

Seus nomes não estão nos livros de história com o devido valor, são os verdadeiros representantes da população brasileira, muitos deles se tornaram quase anônimos, ofuscados pelo preconceito e pelo etnocentrismo.

 

Não é o dia da Consciência Humana, é um dia de todos os pretos, dia de celebrar a beleza negra, dia para lembrar a todos que somos lindos, que nosso cabelo não é ruim, que não tem nenhum problema com  minha pele.

 

É dia de comer feijoada, moqueca, de tomar uma pinga e compartilhar com o Santo, é dia de dançar e saborear a doce liberdade conquista com muito sangue negro.

 

É um dia para lembrar dos que lutaram para que todas as crianças negras tivessem acesso à educação, a cultura, a alimentação, moradia, lazer, respeito e dignidade.

 

É um dia para celebrar, acender velas, dizer muito obrigado a todos os pretos que  ousaram luta contra a tirania, por terem dado suas vidas para que eu e muitos outros possamos hoje usufruir da liberdade que eles foram cerceados.

 

É  um dia para agradecer a todos os nossos antepassados que lutaram para que os meus alunos e alunas negras pudessem ter a possibilidade do conhecimento e de um futuro melhor.

 

Essa balela, essa piada de mal gosto de consciência humana em nosso dia, é mais uma das maldades  para conosco, é para tirar o brilho de nossa festa, da nossa celebração, é mais uma covardia para desmerecer nossos ancestrais e nossa cultura e a nós mesmos.

 

Quer ter consciência humana?

 

Lute ao nosso lado contra o preconceito, não seja omisso diante da covardia do racismo, não vote no Bolsonaro e em seus milicianos descendentes dos donos de engenho.

 

Apoie a equidade, valorize as cotas, respeite a religião dos meus antepassados, as nossas músicas e nossas danças.

 

Quer ter consciência humana?

 

Não queime nossos centros religiosos, nossos terreiros, não os associe a bruxaria, não demonizem nossas entidades.

 

Quer ter consciência humana?

 

Respeitem nossos valores e nossa cultura.

 

O dia da Consciência Negra, é o dia que celebramos a luta de Zumbi dos Palmares por uma sociedade justa e igualitária.

 

Neste dia vamos lembrar dos nossos mártires, vamos dizer bem alto para que todos possam ouvir, VIVA: Zumbi dos Palmares, Dandara dos Palmares, Negro Cosme, Milton Santos, Machado de Assis, Lima Barreto, Besouro Mangangá - Ailton Carmo, Carolina Maria de Jesus, Abdias do Nascimento, Teodoro Sampaio, Sueli Carneiro, André Rebouças, Princesa Aqualtune, Tereza de Benguela, Mestre Valentim, Luís Gama, Estêvão Silva , José do Patrocínio, João da Cruz e Souza, Mãe Menininha do Gantois, Pixinguinha, Antonieta de Barros, Laudelina de Campos Melo, Grande Otelo, João Cândido (O Almirante Negro), Cartola, Marielle Franco e outros.

 

Nossos antepassados foram assassinados lutando contra a escravidão, contra a miséria e a violência!

 

Neste tempos sombrios regidos por fundamentalistas, querem assassinar as nossas lembranças e nossa memória.

 

Nossos antepassados jamais serão esquecidos, pois Zumbi dos Palmares vive em nossos corações, ele  é lembrado todos os dias quando lutamos e resistimos contra o racismo e a tirania.

 

Viva Francisco Nzumb (Zumbi dos Palmares), é nosso protetor, contra o racismo e a escravidão.

 

Feliz dia da Consciência Negra.

 


Daniel Mota

  

Please reload