OS ARGONAUTAS

Racismo, por Larissa Gabriela

Estamos vivendo no século XXI e apesar de ser considerado o século da informação, ainda nos deparamos com um grande problema impregnado em nossa sociedade, o racismo. Quando falamos de racismo a maioria das pessoas pensam, somente em negros, mas o discurso vai além disso, devemos-nos lembrar de muitas outras populações existentes, por exemplo os indígenas que ainda vivem à margem de nossa sociedade, assim como os negros. Diversas pesquisas relatam que a maioria das pessoas que tem uma baixa renda familiar são negras ou indígenas, também deve ser lembrado que esses dois grupos étnicos não têm acesso à educação, ao saneamento básico, causando problemas de saúde e de socialização. Ao passar dos

O valor do/a professor/a e sua demonização!

O texto foi extraído da sentença dos autos do processo n° 201385001520 Juizado Especial Cível, da 1ª Vara Cível e Criminal de Tobias Barreto, Estado de Sergipe, julgado em 29/05/2014 pelo Sr. Juiz de Direito Eliezer Siqueira de Souza Junior. É importante ressaltar, que o Juiz Eliezer não proferiu uma sentença, mas, fez uma apologia e a antropologia da história da educação, bem como denunciou a realidade e a desvalorização do Professor em nosso país. O estimado Juiz expressa em sua sentença que: “Ninguém nega o valor da educação e que um bom professor é imprescindível. Mas, ainda que desejem bons professores para seus filhos, poucos pais desejam que seus filhos sejam professores. Isso nos mo

Contradição,  negociar a paz e  permitir o comércio de armas.

É uma absurda contradição falar de paz, negociar a paz e, ao mesmo tempo, promover ou permitir o comércio de armas. E sempre fica a dúvida: uma guerra aqui, outra guerra ali (porque em todos os lugares há guerras), será realmente uma guerra por problemas ou uma guerra comercial para vender essas armas no comércio ilegal e para enriquecer os comerciantes da morte? Acabemos com esta situação. Rezemos todos juntos pelos responsáveis das nações, para que se comprometam decididamente em pôr fim ao comércio das armas, que provoca tantas vítimas inocentes.. Fonte: The Vatican – Português

Mapa interativo da imigração mundial

A Metrocosm é uma de coleção de mapas e outros projetos de visualização de dados on line, e segundo o criador Max Galka está tentando dar sentido ao mundo através de números. Entre no link e veja mapas interativos. Clique aqui para ver o fluxo migratório..

Material para avaliação de filosofia 2° Trimestre 2017.

Clique nos links abaixo para baixar os critérios e orientações para avaliação da disciplina de filosofia, ministrada pelo Prof. Daniel Mota. Orientações para a exposição clique aqui. Lista dos filósofos da história da filosofia clique aqui Bom trabalho.

Carta de um pai comunista ao filho neoliberal.

Apucarana, 18 de junho de 2017. Ao Sr. Vitor Atom Rua dos Sonhadores, 2109 Bairro da Felicidade. Cep.: 86.800-000 Apucarana – PR. Estimado Filho, escrevo essa carta, para expressar o meu amor e a minha admiração por você! Sou seu maior fã, e sei que como fã, tenho que limitar meu tietismo. Mas confesso que é impossível se limitar, quando se ama alguém de forma incondicional. Querido, nesta semana, você disse que era neoliberal! Confesso que fiquei surpreso com tamanha expressão de personalidade, bem como, com sua coragem de expressar sua ideologia política de uma forma genuína e ufânisticamente. Filho, não tenho o direito como pai de tentar lhe convencer sobre os benefícios e os malefícios d

Minha liberdade custou sangue!

"A Minha Liberdade Custou Sangue", um samba de resistência! "O que reuniu os grandes nomes que participaram do projeto foi a identidade em relação à luta contra o golpe. “O samba é a grande voz da população brasileira (…) Na ditadura civil-militar (1964-1985), por exemplo, ele foi um centro de resistência com nomes como Cartola, Paulinho da Viola e o próprio Nei Lopes, que participa do nosso vídeo. O samba não poderia ficar de fora desta vez. A adesão dos sambistas representativos dá ainda mais legitimidade. Eles assinam embaixo, então, o samba está engajado na luta a partir destes mestres”, afirma Ribeiro..

Delírio do Estado mínimo e a intervenção militar.

Um dos delírios mais paradoxais dos neoliberais tupiniquins, é a ideia do estado mínimo na economia, delírio alimentado por pseudos intelectuais, que cada dia que passa, ganha mais adeptos com essa falácia. O mais hilariante deste delírio, é que ele é repetido como mantra aos quatro ventos, como uma verdade absoluta e irrefutável. O mais absurdo de tudo isso, é que os desavisados tem a mania de apresentar soluções simples para problemas complexos. Então! Como, que alguém em terra brasilis pode acreditar nesta bobagem, neste conto do pato? A resposta é simples! Em uma terra onde um sujeito lê mal, fala mal, escreve mal, e é analfabeto funcional, não é de se espantar que tais falácias sejam be

Dehaf, o poeta dos Apukás.

A arte e a cultura são verdadeiras expressões de amor por uma sociedade, entre os Apukás não é diferente, eles, tem um gosto refinado e ao mesmo tempo primitivo voltado para valores religiosos e profanos. A arte dos Apukás é sublime, expressa as paixões, os desejos, tragédias, os feitos heroicos, a simplicidade, o amor, a vida e a liberdade. Entre os Apukás, temos vários poetas, porém, entre tantos, temos um que se destaca de forma divina, é um nativo cuja as palavras, transbordam bondade, paixão, amor para com a vida dos silvícolas, o tratam como o “Mágico das Palavras”, é conhecido entre os mais sábios como Rehad Dehaf “O poeta”, é um nativo especial que expressa os mais variados sentiment

Faça mais do que existir!

Na última semana, fiz uma simples pesquisa sobre a produção cinematográfica inglesa no ano de 2016, e deparei com um filme genial, simples, porém com um olhar, genuinamente humano para as relações pessoais no século XXI. O filme é composto de uma linguagem simples, sem efeitos especiais, sem maquiagem exuberante, porém, é um filme que apresenta as dificuldades vivida por todos em uma sociedade moderna. A genialidade dos produtores, a simplicidade do diretor, do roteiro nos leva a refletir sobre o drama de um homem de 70 anos, sem muitos recursos, doente, e cercado pela burocracia do estado moderno. Mas, diante das dificuldades, mostra-se solidário para com uma jovem mãe solteira que vive na

Diplomatas contra a repressão: "DIPLOMACIA E DEMOCRACIA"

Para entender os dias de hoje no Brasil, se faz necessário fazer leitura ampla de diversas obras, entre elas sugerimos “Eichmman em Jerusalém: Um relato sobre a banalidade do mal” de Hannah Arendt, testemunha de diversas atrocidades no séc. XX cometida pelos movimentos totalitários. Arendt, conhecida como a pensadora da liberdade (1901-1975) viveu as grandes transformações do poder político do século 20, e estudou a formação dos regimes totalitários e defendeu os direitos individuais e a família, contra as "sociedades de massas" e os crimes contra a pessoa. Sugiro a leitura dos textos de Hannah, pois estamos passando por momentos difíceis, onde a liberdade e o direito estão sendo atrofiado

    Somos um site sem fins lucrativo de mídia alternativa, acreditamos em um jornalismo independente, acessível  a todos. Nossa missão é apresentar  informações

sob a perspectiva da educação, da reflexão filosófica e da política.         Trabalhamos na defesa dos direitos humanos e da cidadania para uma sociedade justa e democrática.

Arquivo dos Posts

APUCARANA.png

Mídia Alternativa independente sem fins lucrativos e sem recursos financeiros - Terras Altas dos  Apukás - Apucarana - Paraná - Brasil

RSS Feed
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

© 2016 / 2020 - Todos os direitos reservados  -  "OS ARGONAUTAS"